Conan, o Cimério
Olá visitante, seja bem vindo!!

Este fórum foi feito por fãs de Conan, o Cimério, numa pequena tentativa de reunir amigos e mais pessoas interessadas em assuntos relacionados a espada & feitiçaria.

Aqui você encontrará reviews de filmes, estudos sobre o tema, notícias e tudo mais que seja relacionado!!

Faça seu registro e participe conosco em nosso exército!!!

Grato!!
Administrador
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 24 em Sab Maio 02, 2015 4:12 pm
Últimos assuntos
» Frases marcantes de Conan (filmes, livros e HQs em geral)
por Adirrônei Borges Dom Fev 19, 2017 2:45 pm

» Conan o Bárbaro - Desenho Animado (The Adventurer)
por samedley Qua Maio 27, 2015 4:57 pm

» Vendo alguns itens da minha coleção do Conan
por Lipe Sex Abr 03, 2015 5:04 pm

» Saudações Guerreiros!!! Apresentem-se!!
por Rogerio Rocha Qui Mar 26, 2015 8:32 am

» Tudo Relacionado ao Conan.
por Rogerio Rocha Qui Mar 26, 2015 8:30 am

» TERROR NA COSTA NEGRA PT-BR
por Rogerio Rocha Qui Mar 26, 2015 8:28 am

» A ÚLTIMA HISTÓRIA DE BÊLIT
por Marc o Cimerio Qua Mar 25, 2015 8:05 pm

» Dicas para barachos de primeira viagem...
por Lipe Sex Dez 19, 2014 1:05 pm

» CONAN DVDS RAROS
por magobardo Seg Set 22, 2014 6:30 pm

Outubro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Calendário Calendário


[MUSICA] MANOWAR

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Josey Wales em Dom Jan 08, 2012 7:18 am

Tudo começou em Auburn, Nova York (EUA), em 1980. O baixista Joey DeMaio e o vocalista Eric Adams, que na época eram estudantes e tocavam em bandas diferentes, conversavam sobre heavy metal (como muitos de nós o fazem todos os dias) e chegaram à conclusão de que a cena não estava grande coisa, visto que como melhor banda de metal do ano havia sido escolhida o Journey. Daí surgiu o embrião do que viria a ser uma das maiores bandas de heavy metal de toda a história da indústria fonográfica. No entanto, a coisa ainda demorou um pouco para tomar forma, uma vez que ambos seguiram caminhos diferentes. DeMaio arrumou um emprego como roadie do Black Sabbath (era responsável pelos efeitos de palco) e, num dos shows, conheceu Ross Funicello, o Ross the Boss, ex-guitarrista do Dictators, banda de Marco Mendonza, o baixista clássico do Twisted Sister. A amizade acabou tomando rumos interessantes, uma vez que ambos desfrutavam do mesmo posicionamento sobre a cena metálica da época. Com isso, resolveram montar um time fiel ao verdadeiro heavy metal. Voltaram, então, a NovaYork onde encontraram com Eric Adams facilmente. Com as três cabeças pensando na mesma direção, nasce o MANOWAR. Começaram a compor antes mesmo de encontrar um baterista, que acabou sendo Karl Kennedy, que entrou para a banda depois de responder a um anúncio no jornal. Com Kennedy na banda, o MANOWAR lança uma demo, à MANOWAR de 1981 com duas músicas, depois disso Kennedy deixa a banda, e é substituído por Donnie Hamzik. Com este line up a banda lançou um dos maiores clássicos do heavy metal, em 1982. Battle Hymns foi lançado pela gravadora Liberty, e atraiu a atenção de todos os envolvidos com metal para a banda. Esse álbum mostrou ao mundo aquilo que seria feito durante toda a história da banda. Músicas pesadas, climas épicos e toda a pose do guerreiro do heavy metal. É inegável que músicas como Battle Hymns (o maior clássico da banda), Metal Daze, Manowar, e todas as outras são de qualidade inquestionável. Marcou história, também, a participação de Orson Welles, fazendo uma narração em Dark Avenger. A qualquer um que esteja começando no mundo metálico esse álbum é essencial. A todos os que já estão nesse mundo, o álbum é essencial também. Esse álbum deveria ser obrigatório. A banda começou a chamar a atenção da mídia e do grande público.
Sobretudo pela postura à la Conan dos músicos.Nessa época foram convidados a participar do festival Reading Rock Festival, na Inglaterra.Mas como a Liberty não teve condições de bancar a viagem, o Manowar rescinde o contrato e vai atrás de uma nova gravadora. Anos depois Joey DeMaio divulgou que a banda havia sido despedida por serem barulhentos demais. Na mesma época Scott Columbus entra na banda, substituindo o Hamzik. Columbus, que havia sido recomendado por uma amiga de DeMaio, mostrou-se o homem ideal para o posto, uma vez que reunia todos os pré-requisitos para a música e o visual que o Manowar ostentava. A banda foi então para a gravadora Megaforce, onde cada um assinou o contrato com o próprio sangue, em uma espécie de pacto. Pela nova gravadora lançam, em 1983, um álbum tão bom quanto o debut, Into Glory Ride trazia sete das melhores composições do ano, como Valhalla, Revelation (Death's Angel) e a ótima Warlord. Graças ao apoio dado pela nova gravadora, o Manowar parte para uma turnê de dois meses pela Europa, no final de 1983. O giro passou pela Inglaterra, Alemanha, França, Portugal e Espanha, atingindo muitos fãs e conquistando outros novos. A tour havia sido um grande sucesso.Voltaram aos EUA para a gravação do terceiro trabalho de estúdio, que acabou sendo gravado no Canadá e lançado logo no início de 1984. Hail To England foi uma homenagem aos fãs ingleses, que, como eles mesmos disseram, foram os primeiros a receber a banda de braços abertos. Esse álbum trouxe diversos hinos fiéis ao verdadeiro heavy metal, como Blood Of My Enemies, Army Of The Immortals e a faixa título. Esse álbum ajudou a manter o nome da banda em alta, e com isso lançam, em seguida, ainda em 84, Sign Of The Hammer, álbum feito com músicas que não haviam entrado no álbum anterior.
Anos mais tarde Joey DeMaio desmentiu mais esse fato, dizendo que a banda havia gravado dois álbuns em duas semanas, por isso todos acabaram achando que eram sobras de estúdio. Mas independentemente disso, Sign Of The Hammer é tão bom quanto seus antecessores. Animals, Guyana (Cult of the Damned), All Men Play On Ten e a ótima Thor (que anos mais tarde foi coverizada brilhantemente pelo Therion, com a participação de Ralph Scheepers). Com o lançamento desse álbum, a banda parte para uma turnê mais extensa, atingindo, além da Europa, a Oceania, passando por Austrália e Nova Zelândia. Nessa época, bandas de metal, como Judas Priest e Motörhead começaram a alcançar certo sucesso nos EUA. Isso acabou rendendo com a Atlantic. Fighting The World saiu em março de 1987, o álbum trazia também grandes composições, como Defender e Black Wind, Fire And Steel. Para esse álbum, o Manowar gravou seu primeiro vídeo clip, para Blow Your Speakers. Em 1988 foi lançado o próximo grande álbum da banda: Kings Of Metal. Considerado por muitos como o melhor trabalho da banda, o álbum apresentou uma volta ao metal épico tradicional da banda com faixas muito boas como a rápida Wheels Of Fire, Hail And Kill e Blood Of The Kings. No entanto, logo após o lançamento do álbum, Ross the Boss deixa a banda para ser substituído por Dave Shankle, que já era conhecido da banda e sabia todas as músicas. O guitarrista acabou estreando na turnê de divulgação do álbum, que passou por Estados Unidos, Canadá e Europa. Foi nessa época que a banda começou a tocar
com a maior potência sonora possível ultrapassando o recorde, que antes era do Motörhead. Em 1992, a banda acabava de voltar de férias e sofreram mais uma baixa, com a saída de Scott Columbus. O baterista tinha um filho excepcional e teve que se afastar da banda, prometendo que assim que pudesse voltaria ao posto. Para seu lugar veio Rhino, e com essa formação lançam Triumph Of Steel. Era a época do grunge, quando as bandas de heavy metal estavam sumindo nos EUA e a imprensa bradava que o heavy metal estava morto. A resposta a isso foi com Ride The Dragon, talvez a música mais rápida da banda. Além dela, se destacavam Metal Warriors e a imensa Achilles (Agony and Ecstasy in Eight Parts), de quase meia hora de duração. Em 1993, foram lançados no mercado duas coletâneas: o box Secrets Of Steel, que contém os cds lnto Glory Ride e Hail To England mais um vídeo. Em 1994, durante a tour de divulgação do álbum, em um show em Hanôver, na Alemanha, ao tocarem a veloz Black Wind, Fire & Steel, atingem 129 decibéis e oficializam o recorde da banda que toca com a maior potência sonora do mundo. Além disso foi lançada uma coletânea chamada Hell Of Steel, que cobria boa parte da carreira da banda, e contava com uma versão em alemão para Heart Of Steel, batizada de Herz Aus Stahl. Depois da extensa turnê, a banda sofre mais uma baixa, com a saída de Dave Shankle. Isso obrigou o Manowar a ficar parado por algum tempo, até que surgiu Karl Logan, até então, um desconhecido. No entanto, foi divulgado que Joey DeMaio conheceu o guitarista em uma loja de Harley Davidsons, quando havia levado a sua para consertar. O Manowar, então, passou por uma verdadeira guerra jurídica com a Atlantic, para logo após assinar com a Geffen. E, antes de iniciarem as gravações do álbum seguinte, Scott Columbus entrou em contato com a banda manifestando o desejo de voltar ao seu posto. Rhino, que já esperava a volta do antigo baterista aceitou a situação e deixou a banda. Com o filho recuperado, Columbus mostrou muita vontade e garantiu a potência necessária à banda. Em 1996 saiu mais um grande trabalho dos guerreiros. Louder Than Hell mostrou o velho Manowar fazendo o mesmo som de sempre, com grandes composições como
Return Of The Warlord, Number One, Courage e a ótima The Gods Made Heavy Metal. Esse álbum trouxe o Manowar pela primeira vez ao Brasil. No ano seguinte, impulsionados pela imensa quantida de registros piratas dos shows da banda; o Manowar resolve colocar no mercado seu primeiro álbum ao vivo Hell On Wheels.O álbum ficou marcado por trazer uma faixa gravada em cada país, com destaque para Blood Of My Enemies, tirada do show que a banda fez em São Paulo. Mas, como já era de se esperar, a banda acabou tendo que deixar muitos clássicos de fora do álbum ao vivo e, para consertar isso, saiu, em 99, o segundo álbum ao vivo da história da banda Hell On Stage. Esse álbum também trouxe faixas gravadas no Brasil, que foram The Power e Metal Daze. A banda segue fazendo show pelo mundo, tocando em grandes festivais como o Dynamo Open Air, na Holanda, o Wacken, na Alemanha e o Gods Of Metal, na Itália. E esteve mais uma vez no Brasil, dessa vez como parte do cast do Monsters Of Rock, junto com bandas do porte de Slayer, Megadeth, Saxon, Savatage e Dream Theater. Depois de mais um longo período sem lançar nenhum trabalho de estúdio (apesar de ter saído um dvd e estar mais um à caminho), em 2002 a banda lançou mais um trabalho significativo na sua história Warriors Of The World, as canções épicas e a história do verdadeiro heavy metal. Mais um clássico. Músicas como Fight For Freedom, Fight Until We Die, Swords In The Wind, Call To Arms, a versão para Nessun Dorma, de Puccini e Warriors Of The World United já entraram na lista das preferidas dos fãs e estão tendo grande recepção ao vivo. O que mostra o respeito que o fã tem pelo Manowar. Depois disso seguiu-se um hiato de 5 anos até a banda lançar outro inédito, o álbum “Gods of War” de 2007. Nesse meio tempo, alguns ‘singles’, DVDs “Hell On Earth IV” e “The Day The Earth Shook - The Absolute Power”. No meio do ano de 2007 mais um cd ao vivo-duplo, o "Gods of War live" com um vídeo-clipe da música Gods of war, destaque nas músicas CD 1 - Holy war, Mountains e a maravilhosa música Die for Metal, CD-2 Gods of War, The sons of Odin e Hymn of the immortal warrior. Em 2009 estréia o início da tão divulgada "The Asgard Saga", a fantasia multimídia criada em parceria com o autor de best-sellers Wolfgang Hohlbein, sem perder tempo o MANOWAR lança o EP, "Thunder in the Sky" cd 1: com 6 músicas, sendo que 4 delas são inéditas, a Thunder In The Sky, God Or Man, Let The Gods Decide e a Father, cd 2: a música Father em 16 versões diferentes, inclusive em português.

Fonte: Kings of Metal
-----------------------------------------------------------

Em verdade vos digo... conheço muito pouco de Manowar.... mas sei que eles são extremamente defensores do Trüe Metal. Basta olhar aquela primeira foto para se ter certeza disto. Rsrsrs... assim... deixo o tópico em aberto para quem quiser acrescentar mais curiosidades, fotos, vídeos e etc...

_________________
"I live, I burn with life, I love, I slay, and am content."
avatar
Josey Wales
Admin

Mensagens : 831
Data de inscrição : 08/10/2011
Idade : 38
Localização : Pará de Minas

Ver perfil do usuário http://conanobarbaro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Rogerio Rocha em Dom Jan 08, 2012 8:07 am

Muito bom amigo Josey, eu sou fã do Manowar, tenho a discografia completa da banda e posso dizer, os caras realmente honram o Metal, suas letras são foda, seu estilo muito contestado por alguns, não por mim que se pudesse serguiria no mesmo ritmo.

Eles são fãs e foram bastante influenciados pela obras de Howard e principalmente por lendas nórdicas é claro, e uma curiosidade é que Joey DeMaio não idealizou a banda Manowar sozinho, na realidade ele tinha um projeto com nada menos que Ronnie James Dio que combinavam de formar a banda, porém nos primórdios de começarem o projeto, Dio recebeu o convite do Black Sabbath para substituir o Madman, e acabou optando por tocar com Iommi e Cia, daí sim Demaio saiu a procura e conheceu o vocalista Eric Adams, que fundou junto com ele o Manowar.


Última edição por Rogerio Rocha em Dom Jan 08, 2012 8:15 am, editado 1 vez(es)

_________________
Chega um momento, o ladrão, quando as jóias deixam de brilhar, quando o ouro perde seu brilho, quando a sala do trono se torna uma prisão, e tudo o que resta é o amor de um pai para seu filho.
avatar
Rogerio Rocha
Admin

Mensagens : 847
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 37
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Rogerio Rocha em Dom Jan 08, 2012 8:13 am

Segue outras imagens da banda, inspiradas no Conan e Lendas Nórdicas:
















_________________
Chega um momento, o ladrão, quando as jóias deixam de brilhar, quando o ouro perde seu brilho, quando a sala do trono se torna uma prisão, e tudo o que resta é o amor de um pai para seu filho.
avatar
Rogerio Rocha
Admin

Mensagens : 847
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 37
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Josey Wales em Dom Jan 08, 2012 8:23 am

Particularmente... sempre fui mais voltado para hard do que para heavy. Conheço muito poucas músicas do mesmo... mas... como disse acima... é mais que notória que os caras são Trüe pacas... rsrsrs.

Agora... de boa... aquela foto que pus no início ta entre as capas de album mais ridículas que ja vi no mundo da música. rsrsrs... Lembra deathstalker. rsrsrs

_________________
"I live, I burn with life, I love, I slay, and am content."
avatar
Josey Wales
Admin

Mensagens : 831
Data de inscrição : 08/10/2011
Idade : 38
Localização : Pará de Minas

Ver perfil do usuário http://conanobarbaro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Siegfried em Dom Jan 08, 2012 11:37 am

Ótimo post camarada, realmente é uma das bandas que carrega um forte simbolismo bárbaro ao molde de Conan

Confesso que ouvi pouca coisa há muito tempo e não simpatizei muito com o vocal, mas é fato que quem começa a adentrar a esfera do metal, é humanamente impossível que não ouça falar em nomes como: Iron, Sabatth, Blind Guardian, Angra, Sepultura e Manowar. Realmente o nome dessa banda sempre figurou pétrea no panteão do metal, a resenha excita boa a ouvir com mais cuidado os clássicos, além de saber que ela surgiu em "berço esplêndido", já tendo a benção da alta nobreza do metal como apontou o rogério sobre a participação do DIO na gênese

E uma das coisas que mais chama a atenção dos trabalhos de estúdio, é mesmo as capas pintadas pelo nosso conhecido KEN KELLY, extremamente bem feitas e remetem a figura selvagem do cimério, praticamente uma tradição das capas o trabalho desse artista
Em tempo, a capa do primeiro trabalho parece mesmo um "cospobre" Very Happy

_________________
"Saiba ó príncipe, que nos anos 80, houve uma era inimaginável, onde os bárbaros caminhavam sobre a terra...."
avatar
Siegfried
Admin

Mensagens : 1086
Data de inscrição : 11/10/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Rogerio Rocha em Seg Jan 09, 2012 7:33 pm

KKK é verdade, a capa do Into the Glory Ride é zuada olhando hoje, mas na época era foda demais... se levarmos em consideração percebemos nitidamente que foi feita tentando recriar a atmosfera do Conan de 82, porém sem os recursos financeiros, técnicos e físicos (comparando ao Arnold).... tenho certeza que se o Demaio pudesse voltar atrás, ele a faria bem diferente.




_________________
Chega um momento, o ladrão, quando as jóias deixam de brilhar, quando o ouro perde seu brilho, quando a sala do trono se torna uma prisão, e tudo o que resta é o amor de um pai para seu filho.
avatar
Rogerio Rocha
Admin

Mensagens : 847
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 37
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Siegfried em Seg Jan 09, 2012 7:47 pm

MIL perdões por estragar um post tão legal com essas fotos, mas depois do comentário do Rogério não pude ficar sem colocar essa aqui


[img][/img]


Isso é de um cantor lá dos anos 70, acho que ele se empolgou demais lendo o Conan do Barry Smith Very Happy:D:D:D:D

(Tirado DoULTIMATE)

*Bem que a gente podia fazer um tópico só com capas "épicas" de bandas de havey metal, tanto as engraçadas quanto as legais, tem umas do Kreator muito "hiborianas" por sinal..

_________________
"Saiba ó príncipe, que nos anos 80, houve uma era inimaginável, onde os bárbaros caminhavam sobre a terra...."
avatar
Siegfried
Admin

Mensagens : 1086
Data de inscrição : 11/10/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Josey Wales em Seg Jan 09, 2012 8:08 pm

Sieg.... acho que acordei toda a vizinhaça aqui de tanto rir!!!!... rsrsrs

Gostei da sua ideia sobre um tópico só de capas... rsrsrs

_________________
"I live, I burn with life, I love, I slay, and am content."
avatar
Josey Wales
Admin

Mensagens : 831
Data de inscrição : 08/10/2011
Idade : 38
Localização : Pará de Minas

Ver perfil do usuário http://conanobarbaro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Rogerio Rocha em Seg Jan 09, 2012 8:58 pm

Putakeupariu... que é isso???? zuado, zuado, zuado demais... meu Deus.... kkk

Concordo com as capas, e já cito a do 1* album do Kreator de 85 Endless Pain, que escutei muito por sinal, nos primórdios.... inclusive fiz cover.

_________________
Chega um momento, o ladrão, quando as jóias deixam de brilhar, quando o ouro perde seu brilho, quando a sala do trono se torna uma prisão, e tudo o que resta é o amor de um pai para seu filho.
avatar
Rogerio Rocha
Admin

Mensagens : 847
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 37
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por nandokiss em Ter Jan 10, 2012 1:00 pm

sempre fui mais punk e rockabiily...
mas gosto da banda...

_________________
A mehor vingança é o sucesso sólido.
Frank Sinatra
avatar
nandokiss

Mensagens : 201
Data de inscrição : 09/10/2011
Localização : brasilia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Man'O War em Dom Abr 08, 2012 8:50 pm

Gosto bastante da banda, conforme já foi dito algumas letras são bem alinhadas com a temática de fantasia e barbarismo. Para quem não conhece vale a pena ouvir alguns clássicos como:

Kill with Power
Hail and Kill
The power of thy sword
Defender
Thor.
avatar
Man'O War

Mensagens : 22
Data de inscrição : 22/01/2012
Localização : Hangar bay 94

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Rogerio Rocha em Seg Abr 09, 2012 12:19 pm

Outra dentro do contexto, SECRET OF STEEL

_________________
Chega um momento, o ladrão, quando as jóias deixam de brilhar, quando o ouro perde seu brilho, quando a sala do trono se torna uma prisão, e tudo o que resta é o amor de um pai para seu filho.
avatar
Rogerio Rocha
Admin

Mensagens : 847
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 37
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Stigmata em Dom Ago 19, 2012 5:44 pm

só complementando o post do man'o war. Acho q a letra que mais tem a ver com barbarismo fantasia é a lendária battle hymn. Toda ela é composta em versos que tratam de bravura, orgulho ecompanheirismo guerreiro. Bah, não tem, o cara sempre se emociona quando escuta aquela introdução hehehe

_________________
... in this you can trust
avatar
Stigmata
Moderador

Mensagens : 374
Data de inscrição : 11/10/2011
Localização : Koth

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Rogerio Rocha em Dom Ago 19, 2012 8:04 pm

Essa foi a primeira música que escutei deles, realmente grandiosa e monstruosa!!! a letra é foda demais, e a melodia fora de série.

Depois de escutar essa música eu mudei muito os meus conceitos musicais.

_________________
Chega um momento, o ladrão, quando as jóias deixam de brilhar, quando o ouro perde seu brilho, quando a sala do trono se torna uma prisão, e tudo o que resta é o amor de um pai para seu filho.
avatar
Rogerio Rocha
Admin

Mensagens : 847
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 37
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MUSICA] MANOWAR

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum