Conan, o Cimério
Olá visitante, seja bem vindo!!

Este fórum foi feito por fãs de Conan, o Cimério, numa pequena tentativa de reunir amigos e mais pessoas interessadas em assuntos relacionados a espada & feitiçaria.

Aqui você encontrará reviews de filmes, estudos sobre o tema, notícias e tudo mais que seja relacionado!!

Faça seu registro e participe conosco em nosso exército!!!

Grato!!
Administrador
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 24 em Sab Maio 02, 2015 4:12 pm
Últimos assuntos
» Frases marcantes de Conan (filmes, livros e HQs em geral)
por Adirrônei Borges Dom Fev 19, 2017 2:45 pm

» Conan o Bárbaro - Desenho Animado (The Adventurer)
por samedley Qua Maio 27, 2015 4:57 pm

» Vendo alguns itens da minha coleção do Conan
por Lipe Sex Abr 03, 2015 5:04 pm

» Saudações Guerreiros!!! Apresentem-se!!
por Rogerio Rocha Qui Mar 26, 2015 8:32 am

» Tudo Relacionado ao Conan.
por Rogerio Rocha Qui Mar 26, 2015 8:30 am

» TERROR NA COSTA NEGRA PT-BR
por Rogerio Rocha Qui Mar 26, 2015 8:28 am

» A ÚLTIMA HISTÓRIA DE BÊLIT
por Marc o Cimerio Qua Mar 25, 2015 8:05 pm

» Dicas para barachos de primeira viagem...
por Lipe Sex Dez 19, 2014 1:05 pm

» CONAN DVDS RAROS
por magobardo Seg Set 22, 2014 6:30 pm

Dezembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Calendário Calendário


Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por Rogerio Rocha em Ter Out 11, 2011 9:03 pm

Galera vou postar logo abaixo um conto que escrevi há uns anos atrás, quando tinha uma banda de Rock e "tentava" escrever letras. Nessa época eu estava bem inspirado, esse texto eu não finalizei mas achei bem legal, apesar de ser bem simples.
Já peço desculpas pelos erros de portugues, erros de Geografia Hiboriana, e falhas que encontrarem, na época apenas estava inspirado e comecei a escrever. Não tive tempo de revisar, já que abriram aqui a oportunidade, vou postá-lo, quem sabe no futuro eu possa revisá-lo, se alguem tiver interesse em dar continuidade na história, fique a vontade.

Abraços,
avatar
Rogerio Rocha
Admin

Mensagens : 847
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 37
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por Rogerio Rocha em Ter Out 11, 2011 9:03 pm

Conan e a Era Hiboriana - Temporada no Abismo
Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard


Insuportável estava o calor do deserto estígio naquele dia, local onde costumeiramente já tem um clima extremo em qualquer época do ano. Raríssimos são os seres que conseguiriam sobreviver, sob aquele poderoso sol escaldante por mais do que poucas horas, mas o Bárbaro que ali estava por incontáveis noites, era um desses seres, e sobrevivera até então carregando um pequeno odre de água que ficara vazio algumas horas atrás.

Estava usando para se proteger do calor um pobre tecido Hirkaniano que servia para lhe cobrir as negras cabeleiras, sob seus pés uma bota de pele de Javali que inclusive já estava totalmente danificada pelo calor das areias brancas, e carregava consigo uma formidável e inseparável espada que o acompanhava em todas suas jornadas.

O vigor físico que normalmente era uma fonte inesgotável de energia, naquele dia estava quase que todo esvaído de seu poderoso corpo bronzeado, que já não digeria comida há mais de 2 dias, e sua última refeição havia sido uma serpente do deserto, que para ele servira como um banquete, já que esse fora o único alimento disponível naquele local. O Bárbaro percebeu que o sol já estava quase que se escondendo no horizonte, e foi exatamente nesse instante que ele recordara dos acontecimentos que o fizera parar ali...

Tudo começou numa certa noite, quando o Cimério estava comemorando uma missão bem sucedida numa taverna Stygia, onde estava cercado por duas meretrizes que lhe davam total atenção, e este inclusive estava presenteando-as com rodadas do melhor vinho da espelunca, quando de repente adentrou a taverna, uma figura que tomou toda a atenção do Bárbaro.

Uma jovem que naquele instante ele imaginara se tratar de uma aldeã, e era tão bela que de imediato ele ignorou as meretrizes que o cercava e começou a admirar de longe sua beleza. Ela tinha a pele clara como se nunca houvesse sido exposta ao sol, cabelos tão claros que o Bárbaro começou a se perguntar se ela era mesmo do povoado, e devido as roupas ele imaginou se tratar de alguém de uma nobre estirpe, e não uma aldeã qualquer. Porém ele percebeu que ela estava com marcas de arranhões na pele e seu vestido com marcas de sujeira, como se tivesse caído na terra. Seus olhos estavam arregalados como sentindo muito medo, e também parecia estar perdida ou procurando alguém naquele lugar, sua testa estava molhada de suor e também estava respirando com muita dificuldade, como se tivesse corrido por muitas milhas.

Foi então, que o Bárbaro presenciou uma cena que fez com que seu momento de diversão se encerrasse por ali. Outro freqüentador que também observara a bela moça adentrar, se precipitara até ela segurando-a pelo braço e forçando a sentar-se em sua mesa. A moça totalmente assustada recusara o convite e inutilmente tentou fugir dos fortes braços do cavaleiro, que estava totalmente embriagado. O homem era alto e forte, tinha pele morena e usava um uniforme da guarda stígia, carregava consigo uma espada pendurada à cintura. A moça tentava se desgarrar do soldado, quando esse desferiu um golpe em seu rosto que a fez gritar e desfalecer sobre seus braços.

A taverna estava lotada de lacaios, totalmente embriagados e se divertindo com as meretrizes e suas bebidas, também havia outro grupo disputando um jogo de força entre si. Todos ou não prestaram atenção no que ocorrera com moça ou se omitiram, pois não houve qualquer deles que se opusera ao golpe desferido pelo cavaleiro, tão pouco se incomodaram em olhar para quem havia emitido aquele grito, porém não ficaram tão apáticos quando o Bárbaro decidiu partir para ação.

__Cão! Como ousa bater numa mulher indefesa?
O cavaleiro então bradou ao Bárbaro. __Bárbaro dos infernos! Quem você pensa que é para levantar a voz para o chefe da guarda stígia? Vou te cortar em pedaços seu Bárbaro idiota, e aí você vai lembrar o dia que nasceu do ventre de uma prostituta suja.

Sendo assim o cavaleiro largou no chão a bela que estava desfalecida, e partiu para cima do Bárbaro, derrubando todos os bancos e mesas que estava entre o caminho dos dois. Quando ameaçou sacar sua espada, o Bárbaro ainda o advertiu.
__Se sacar essa espada Cão, será a última coisa que fará em vida, e normalmente um falador como você dúvido que saiba manejar esse brinquedinho.

Mas o Cavaleiro não escutou o alerta do Bárbaro, e além de sacar a espada foi o primeiro a atacar, mas nunca poderia imaginar o que viria a seguir, pois o Bárbaro nem ao menos precisou sacar sua espada, ele apenas se esquivou do golpe, capturou rapidamente a arma de seu oponente, e desferiu um poderoso soco que de imediato desfigurou a face do infeliz soldado e o fez entrar num sono profundo, provavelmente mortal.
Nesse mesmo instante os lacaios se levantaram na taverna, foi então que o Bárbaro percebeu que eram todos soldados, que até aquele momento estavam impassíveis, mas agora começaram a praguejar contra o Bárbaro por ter este derrotado seu capitão.

__Não devia ter feito isso, seu porco Bárbaro! Ninguém se mete com a guarda stygia e vive para contar.
Então berrou o Bárbaro em tom ameaçador.
___ Bom se quiserem morrer, então que venham seus vermes.

Então num instante a taverna toda virara uma arena de gladiadores, onde uma única presa se defendera de um regimento inteiro de soldados, mas para surpresa geral o Bárbaro que desafiara os guardas não estava em desvantagem, pois os corpos que se empilhavam sobre o piso rústico da taverna, eram todos de soldados que tinham suas vidas ceifadas pela magnífica espada do Cimério, que agora sibilava o ar e decepava os corpos dos inimigos, incapazes mesmo em grande de número, de desafiar sua astúcia e habilidade com a espada. Várias vezes ele esteve a poucos centímetros das lâminas e machados, que cortavam o ar em sua direção e paravam diante da resistência do aço de sua espada, que fora forjada nas montanhas da Ciméria ainda quando esse era um jovem. E não raramente durante essa batalha, tivera mechas de seus longos cabelos arrancados, mas isso apenas serviu para aguçar mais seu instinto primitivo e sua ira contra todo um regimento.

Poucos minutos depois sobraram apenas mesas e bancos quebrados, bebidas desperdiçadas sobre o chão, e claro uma pilha de corpos da guarda stygia que infestara o local com sangue e cheiro de morte. Então Conan foi até o balcão e pediu uma garrafa do melhor vinho do local, depositou uma bolsa cheia de moedas, deu um beijo na meretriz que passara em sua frente, pegou em seus braços a bela que adentrara à taverna e ainda continuava desmaiada num canto, e quando estava praticamente deixando o local, a meretriz perguntou qual era seu nome, e ele respondeu.
__Pode me chamar de Conan!

Dias mais tarde as prostitutas que ali estavam e presenciaram o massacre, contaram que o forasteiro parecia se mover como um demônio, com a rapidez e a fúria de um Tigre.

Depois de quase uma milha do local onde ocorreu o alvoroço, a moça despertou e percebeu que estava sendo carregada pelo Bárbaro em seu cavalo, então ela se apressou em perguntar?
Quem é você? E pra onde está me levando?
Eu sou Conan, e salvei sua vida na taverna, agora pergunto quem é você? E o que fazia sozinha numa espelunca perigosa daquelas? Indagou o Bárbaro.

A bela jovem exita por um instante, mas prefere responder.
__Eu sou Nessala uma das damas da corte de Koth, estávamos numa caravana viajando para o Templo de Mitra, onde a princesa Vala faria um retiro de preparação, já que em breve ele se casará, quando de repente fomos atacados por ladrões do deserto, que mataram sem piedade nossos guardas, roubaram as jóias e bens que carregávamos e me raptaram juntamente com a princesa. Quando eles estavam nos levando para sua tribo, a princesa me fez pular da carroça e pedir ajuda num povoado próximo.
__Por favor, Conan eu preciso de ajuda para salvar a princesa, tenho certeza que o Rei e o futuro príncipe não irão exitar em fazer um bom pagamento para recompensá-lo.

Então Conan decidiu ajudar a Jovem Nessala de bom grado, claro que pensando na pequena fortuna que poderia ganhar por salvar a princesa, além da chance de recuperar as jóias roubadas também. E assim partiram para o ponto onde a jovem diz ter pulado da carroça. Chegando lá, Conan identificou os rastros e seguiu em direção ao deserto, onde a tribo de Juazires ladrões mantinha seu esconderijo. Depois de cerca de três horas de cavalgada, o sol já se punha no horizonte e a noite se precipitava adentro, a jovem estava bem mais à vontade na companhia de Conan, inclusive nesse momento ela adormecera sob os músculos do Bárbaro, foi então que ele avistou ao longe algo que parecia ser um acampamento, e o cheiro da comida que estava sendo preparada invadiu suas narinas. Imediatamente ele parou atrás de um declive no deserto, deixou o cavalo, estendeu um pano que serviu de abrigo para a Jovem que hesitou em ficar sozinha, mas o Bárbaro consegue ser bastante persuasivo quando quer.

Assim Conan seguiu em direção ao acampamento Juazir, sempre agachado e em alerta, pois sabia que o povo do deserto é perigoso e costumava deixar vigias guardando à distancia o local. Se esgueirou e espreitou numa espécie de desfiladeiro à média distância, onde conseguiu distinguir uma cabana cercada de dois guardas, e logo imaginou se tratar do local onde estaria a princesa. Esperou por alguns instantes e quando percebeu que não havia muito movimento fora da cabana, decidiu descer e agir rapidamente.

Passou por entre os cavalos e camelos que estavam colocados próximos às cabanas, e seguiu sorrateiramente, pois queria ter o benefício da surpresa, além de saber que se fosse descoberto, mesmo sendo ele um guerreiro voraz e manejando sua espada como poucos, certamente seria morto ali. Depois de alguns instantes, chegou numa cabana antes do local onde estavam os guardas, esperou o momento exato de um deles ficar sem visão e agiu rapidamente, tirando da cintura uma faca e cravando firmemente no pescoço do soldado, que desfaleceu instantaneamente, sem ter tempo sequer de suspirar, menos um pensou Conan, então a mesma cena se repetiu com o guarda que ficara na outra extremidade da cabana. De fora da cabana Conan não ouvia nenhum ruido vindo de dentro, mas entrou silenciosamente e com a espada em mãos, pronto para desferi-la se necessário.

Parei por aqui...


Última edição por Rogerio Rocha em Qui Nov 10, 2011 12:25 pm, editado 4 vez(es)
avatar
Rogerio Rocha
Admin

Mensagens : 847
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 37
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por Josey Wales em Ter Out 11, 2011 9:21 pm

Rogério... ainda não li.... mas cara... se tem uma coisa que eu queria (quero) que este forum fizesse é isto!!! Reunir não só materiais oficiais, como também obras de diversos fãs que existe por ai. Eu mesmo tenho a intenção de escrever algo... (um pouco mais pra frente pois o forum agora ja ta me dando um belo trabalho. rsrsrs).

Vou colocar seu conto no portal de notícias!!!

_________________
"I live, I burn with life, I love, I slay, and am content."
avatar
Josey Wales
Admin

Mensagens : 831
Data de inscrição : 08/10/2011
Idade : 38
Localização : Pará de Minas

Ver perfil do usuário http://conanobarbaro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por Josey Wales em Qua Out 12, 2011 1:33 pm

Ontem a noite, após ler seu conto, editei seu post pra colocar a mesma imagem que eu coloquei no portal. Espero que não se importe.

Sobre o conto... bom... é modesto e inacabado... mas com potencial. Terminei a leitura e fiquei pensando... poh... como foi que ele terminou na condição do início do conto?!!?! rsrsrs... fquei com gostinho de quero mais. rsrsrs

Sobre a narrativa, ela apresentou certa repetição de termos, e achei meio acelerada nos momentos de ação. Por exemplo, na taverna Conan abateu vários.. mas... como foi? Poderia ter descrito melhor alguma morte curiosa, ou mesmo algum momento que uma arma inimiga tivesse passado muito perto de conan e etc... Ficou muito no "ar" a ação. As falas de Conan eu gostei. Acho que captou bem o espirito do personagem... eu soh mudaria a primeira frase de conan a deixando apenas assim: "-Cão! Como ousa bater numa mulher!!". Ja as frase do chefe da guarda achei forçadas... tipo... se o cara chegou ao posto de chefe, ele deve ter um pouco de auto controle e saber ser arrogante ao invés de sair logo trocando ofensas... alias... se ele era o chefe, provavelmente ele iria mandar alguem antes dele mesmo sair dando "a cara a tapas"...

Mas claro... de forma alguma estou querendo negativar sua obra... com certeza se um dia vc termina-la, eu vou querer ler o resto... afinal, como disse no início, fiquei com gostinho de quero mais!! Wink

_________________
"I live, I burn with life, I love, I slay, and am content."
avatar
Josey Wales
Admin

Mensagens : 831
Data de inscrição : 08/10/2011
Idade : 38
Localização : Pará de Minas

Ver perfil do usuário http://conanobarbaro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por Rogerio Rocha em Qua Out 12, 2011 9:03 pm

Legal Josey, ótimas suas críticas! e sobre a figura eu gostei bastante, acredito que ajudou e ficou dentro do contexto.

Se tiver tempo e interesse em dar sequência no texto pode mandar bala, ficarei honrado com isso.

Ja fiz alterações no diálogo do Conan com o Capitão Stygio, e mudei a descrição do duelo, depois vou repassar com calma o resto também.

Valeu.
avatar
Rogerio Rocha
Admin

Mensagens : 847
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 37
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por Stigmata em Qui Out 13, 2011 2:49 pm

nao li aind, espero quando chegar em casa de noite ter tempo. Mas eh otimo ver q o pessoal se puxa nos contos hehehe. Uma vez eu comecei a escrever um de barbarismo fortemente influenciado pelos mythos lovecraftianos. Se algum dia eu resolver dar uma lapidada volto e posto o resultado

_________________
... in this you can trust
avatar
Stigmata
Moderador

Mensagens : 374
Data de inscrição : 11/10/2011
Localização : Koth

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por Stigmata em Sex Out 14, 2011 1:05 am

poize cara. Acho q tu tem a mesma dificuldade q eu. Fazer as falas relemnte soarem como proferidas por pessoas vivas rs. Quanto as partes descritas em terceira pessoa acho q nao tem muito a melhorar. So cuidar pra nao ser massante em detalhes desnecessarios. Mas eh isso ai, tem q escrever mesmo hehehe. E cuidar as falas mais um pouco mais hehe

_________________
... in this you can trust
avatar
Stigmata
Moderador

Mensagens : 374
Data de inscrição : 11/10/2011
Localização : Koth

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por Rogerio Rocha em Sex Out 14, 2011 7:15 am

Valeu Stigmata.

Vou dar uma revisada nesse itém, assim que eu tiver um tempinho sobrando.

Quando der posta aí teu material também.

abs.
Rogerio

_________________
Chega um momento, o ladrão, quando as jóias deixam de brilhar, quando o ouro perde seu brilho, quando a sala do trono se torna uma prisão, e tudo o que resta é o amor de um pai para seu filho.
avatar
Rogerio Rocha
Admin

Mensagens : 847
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 37
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por Damáris em Sab Out 15, 2011 8:20 am

Gostei do seu texto Rogério, cheguei até a imaginar a quadrinização. Smile
Com as dicas dos usuários acima e um retoque aqui outro ali, só tem a melhorar.
Curiosa para ler a sequência.

Damáris

Mensagens : 4
Data de inscrição : 14/10/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por Rogerio Rocha em Sab Out 15, 2011 1:08 pm

Valeu Damaris, fiquei feliz que voce gostou.

Vou finalizar o conto e em breve coloco no portal.

abs,

_________________
Chega um momento, o ladrão, quando as jóias deixam de brilhar, quando o ouro perde seu brilho, quando a sala do trono se torna uma prisão, e tudo o que resta é o amor de um pai para seu filho.
avatar
Rogerio Rocha
Admin

Mensagens : 847
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 37
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por The Nameless Thing em Qui Nov 03, 2011 12:03 am

Po, faz um tempo que estou para ler esse conto. Mas o foda é que ando realmente sem tempo, senão, faria um também.

Abraços, galera Smile. E parabéns pelo conto, Rogeraço.
avatar
The Nameless Thing

Mensagens : 5
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por Rogerio Rocha em Qui Nov 03, 2011 9:05 am

Valeu Nameless, quando tiver tempo poste sim um conto e apareça mais por aqui.

Abs,

_________________
Chega um momento, o ladrão, quando as jóias deixam de brilhar, quando o ouro perde seu brilho, quando a sala do trono se torna uma prisão, e tudo o que resta é o amor de um pai para seu filho.
avatar
Rogerio Rocha
Admin

Mensagens : 847
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 37
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Temporada no Abismo - Um conto independente, baseado no personagem de Robert E. Howard

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum