Conan, o Bárbaro
Olá guerreiro (a), seja bem vindo!!

Este fórum foi feito por fãs de Conan, o Cimério, numa pequena tentativa de reunir amigos e mais pessoas interessadas em assuntos relacionados a espada & feitiçaria.

Aqui você encontrará reviews de filmes, estudos sobre o tema, notícias e tudo mais que seja relacionado!!

Faça seu registro e participe conosco em nosso exército!!!

Grato!!
Administradores
Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes

Nenhum

Ver toda a lista

Outubro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    

Calendário


Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Admin
Mensagens : 848
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 38
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Conan - o Enigma do Aço

em Dom Ago 12, 2012 10:33 pm
Música que gosto muito por sinal!

_________________
Chega um momento, o ladrão, quando as jóias deixam de brilhar, quando o ouro perde seu brilho, quando a sala do trono se torna uma prisão, e tudo o que resta é o amor de um pai para seu filho.
avatar
Moderador
Mensagens : 374
Data de inscrição : 11/10/2011
Localização : Koth
Ver perfil do usuário

Re: Conan - o Enigma do Aço

em Dom Ago 12, 2012 10:56 pm
antes de tudo manowar é clássico, sem mais.

acho que o segredo do aço não é o que levou o bárbaro à sua redenção/vingança. Domíná-lo fez parte do caminho, é claro, ele precisou não confiar em ninguém e apostar tudo em sua espada (lembrar da época de gladiador) mas devemos vêr que apesar do tamanho "egocentrismo" da filosofia ensinada pelo pai ele eventualmente apaixonou-se e confiou sua vida a companheiros. Mas tampouco foi pelo "domínio" que chamaria de "retórico" da carne que thulsa doom prega.

Acho que no final do filme isso fica bem explícito, a espada do pai é quebrada, o aço cimério se parte, não pode-se confiar nele. Assim como a "carne" que segue sempre sem questionamentos a thulsa não foi páreo para a híbris do bárbaro. Acho que a aceitação do que ele acredita ser o certo e lutar por isso é o que faz o bárbaro um herói, não dobrar-se ao que parece irrestível. Como o conan de howard diz no conto The Vale of Lost Women "um homem pode sempre carregar consigo aquilo que está em sua essência, não importa aonde ele vá". Esse individualismo que não deve ser confundido com egocentrismo ou hibris nocivo, mas sim visto como perseverança e força de vontade inexorável.

citando a mim mesmo...

Stigmata escreveu:O final do filme dexa isso bem claro quando conan simbolicamente desprende-se dos enigmas, filosofias, morais, whatever atirando -uma em cada mão- a espada, na qual só nela se poderia confiar e a cabeça do líder, o qual com o poder da palavra fazia da 'carne' sua arma mais forte. É nesse momento que o bárbaro exacerba o seu herói interior e de fato desprende-se dos grilhões morais 'históricos' e vira o super homem ahistórico de nietzsche.

_________________
... in this you can trust
avatar
Moderador
Mensagens : 374
Data de inscrição : 11/10/2011
Localização : Koth
Ver perfil do usuário

Re: Conan - o Enigma do Aço

em Dom Ago 12, 2012 11:07 pm
ou seja, o segredo do aço é confiar num techné deixada por gigantes que lutaram contra deuses. Isso não é nada mais que uma repaginada do mito de prometheus, o deus (semideus? não lembro agora) que num ato de autruísmo suicida dá a artes, habilidade do fogo aos gregos.

Vale lembrar que a "arte" do aço, herença de uma luta cataclísmica pode também ser linkada com os mitos de cosmogonia de hesíodo, onde os homens de ferro -a hibris encarnada- consomem a si mesmos em víolênia e lutas, e essas raças de hesíodos (ouro bronze e ferro se não estou enganado) nos deixaram a "herança" do misto entre hibris e dike (orgulho e sabedoria, respectivamente).


Última edição por Stigmata em Dom Ago 12, 2012 11:14 pm, editado 1 vez(es)

_________________
... in this you can trust
avatar
Admin
Mensagens : 848
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 38
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Conan - o Enigma do Aço

em Dom Ago 12, 2012 11:09 pm
Stigmata escreveu:antes de tudo manowar é clássico, sem mais.

acho que o segredo do aço não é o que levou o bárbaro à sua redenção/vingança. Domíná-lo fez parte do caminho, é claro, ele precisou não confiar em ninguém e apostar tudo em sua espada (lembrar da época de gladiador) mas devemos vêr que apesar do tamanho "egocentrismo" da filosofia ensinada pelo pai ele eventualmente apaixonou-se e confiou sua vida a companheiros. Mas tampouco foi pelo "domínio" que chamaria de "retórico" da carne que thulsa doom prega.

Acho que no final do filme isso fica bem explícito, a espada do pai é quebrada, o aço cimério se parte, não pode-se confiar nele. Assim como a "carne" que segue sempre sem questionamentos a thulsa não foi páreo para a híbris do bárbaro. Acho que a aceitação do que ele acredita ser o certo e lutar por isso é o que faz o bárbaro um herói, não dobrar-se ao que parece irrestível. Como o conan de howard diz no conto The Vale of Lost Women "um homem pode sempre carregar consigo aquilo que está em sua essência, não importa aonde ele vá". Esse individualismo que não deve ser confundido com egocentrismo ou hibris nocivo, mas sim visto como perseverança e força de vontade inexorável.

citando a mim mesmo...

Stigmata escreveu:O final do filme dexa isso bem claro quando conan simbolicamente desprende-se dos enigmas, filosofias, morais, whatever atirando -uma em cada mão- a espada, na qual só nela se poderia confiar e a cabeça do líder, o qual com o poder da palavra fazia da 'carne' sua arma mais forte. É nesse momento que o bárbaro exacerba o seu herói interior e de fato desprende-se dos grilhões morais 'históricos' e vira o super homem ahistórico de nietzsche.

Bem lembrado, por isso citei a música do manowar acima, que obviamente trata do mesmo tema da conversa, veja esse verso.

Filhos do destino a erguerão (grande espada de aço)
Ouça a voz do conhecimento,
Erga-se, conheça a força que você sente
Guarde em seu coração mas nunca revele
Você foi chamado pelos deuses, os poderes deles para exercer
Guarde bem o segredo do aço

_________________
Chega um momento, o ladrão, quando as jóias deixam de brilhar, quando o ouro perde seu brilho, quando a sala do trono se torna uma prisão, e tudo o que resta é o amor de um pai para seu filho.
avatar
Moderador
Mensagens : 374
Data de inscrição : 11/10/2011
Localização : Koth
Ver perfil do usuário

Re: Conan - o Enigma do Aço

em Dom Ago 12, 2012 11:12 pm
também ressalto o "beast, men, women none of these you can trust... this you can trust" que ratifica a idéia de dependência da techne, do objeto, do quase alicerce da cultura egocêcntrica que o pai parece tentar incutir ao filho.

_________________
... in this you can trust
avatar
Admin
Mensagens : 848
Data de inscrição : 10/10/2011
Idade : 38
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Conan - o Enigma do Aço

em Dom Ago 12, 2012 11:19 pm
Sim, que parece ser não só uma filosofia pessoal dele, mas sim a cultura do povo de Conan, os Cimérios das montanhas do norte, herança de seus descendentes bárbaros.


_________________
Chega um momento, o ladrão, quando as jóias deixam de brilhar, quando o ouro perde seu brilho, quando a sala do trono se torna uma prisão, e tudo o que resta é o amor de um pai para seu filho.
Conteúdo patrocinado

Re: Conan - o Enigma do Aço

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum